22 de Abril de 2013

A perda faz parte da evolução do conhecimento das espécimes e suas preferências na arte do Bonsai. É obvio que ninguém pretende perder os seus exemplares por esse mesmo motivo é nos exigido uma procura constante de conhecimentos.

 

Perda de bonsai envolve novos conhecimentos adquiridos e confirmações de dúvidas

 

A perda não significa fracasso total, a perda é uma dura lição que nos exige reflexão. Infelizmente este ano a perda de alguns exemplares levou-me a aprofundar conhecimentos outrora desconhecidos por esse mesmo motivo vou partilha o conhecimento adquirido com a perda de alguns exemplares e projectos. A informação que disponho actualmente poderia ter evitado a perda destes exemplares daí a importância de divulgar conhecimentos adquiridos com a perda ou fracasso.

 

bonsais sem vida

Bonsai azaleia

 

Acima do lado esquerdo encontramos uma azaleia japonica, esta já encontra-se sem vida à longos meses, a sua perda traduziu-se em novos conhecimentos que partilho consigo.

A azaleia não suporta águas duras, infelizmente a agua canalizada em Portugal é verdadeiramente pesada, cheia de sedimentos em especial calcário, estrangula o sistema radicular não permitindo respirar, levando consequentemente a falta de retenção de líquidos e outras substâncias essências à vida e à saúde da planta.

 

Bonsai junipero folha rígida

 

Ao lado direito encontramos um exemplar de junipero de folha rígida, mais uma vez a sua perda levou ao conhecimento e confirmação sobre aramação. Infelizmente este é um exemplar que responde mal à modelagem na integra, ou seja se aramar todos os ramos conduzirá o seu exemplar à morte, tende a secar e quando se tornar visível já será tarde de evitar o final ingrato. Se desejar modelar um espécime idêntico modele faseadamente, um ramo de cada vez evitando assim a perda.

 

Infelizmente já na compra o exemplar vinha totalmente modelado e condenado à sua perda. ( Múseu do Bonsai )

 

Estaca de marmeleiro sem vida

 

A imagem acima foi um projecto que desenvolvi na tentativa de criar um bonsai por estaca a partir de um marmeleiro. Foi um projecto falhado, não por falta de rega mas sim por falta de humidade atmosférica. Esta questão poderá ser contornada criando um pequeno invólucro com um simples saco de plástico. Posteriormente irei publicar um artigo com uma estaca de macieira recorrendo a este método.

publicado por JCordas às 18:54

Joana:
Como é que é possível um bonsai adquirido do Museu do Bonsai já estar condenado à morte?
9 de Agosto de 2013 às 11:05

No caso especifico da espécime juniperus de folha rígida a aramação na totalidade corta o fluxo de seiva da planta, resignando-a a morte. Infelizmente apesar de ser uma loja de excelência na especialidade não está impune ao desconhecimento. Como todos sabemos a arte do bonsai e uma diária e eterna aprendizagem.
21 de Agosto de 2013 às 00:17

pesquisar
 
comentários recentes
Adoro bonsais.Achei muito boa a sua explicação, be...
BoasDeram me uma oliveira do mesmo género para a P...
Hoje, pela primeira vez, podei os meus bonsais...R...
onde acho esse livro? desejo comprar.
obrigado amigo pela dica vou tentar regar meu bons...
arquivos
2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links
mais sobre mim
Visitantes